A arte de Encadernar – Os tecidos

image(14)

Hoje vou começar uma série de artigos sobre o processo da encadernação. Gostaria muito que vocês conhecessem um pouco de como os cadernos são produzidos.

Muitos ficam espantados quando informo que tudo é feito à mão, mas tudo mesmo, desde a preparação do papel que está no interior do caderno até a colocação da etiqueta na contracapa.

Encadernar é um ofício, como o ofício do antigo sapateiro que costurava à mão os mais belos sapatos de pelica, ou do alfaiate que confeccionava o terno sob medida com caimento perfeito. O primeiro caderno data de 400 A.C.

Preparar um caderno envolve um olhar atento para a combinação das cores, o conhecimento da técnica para deixá-lo do jeitinho que você imagina e muitas pitadas, mas muitas pitadas de amor.

Quando penso em um projeto, e criar um caderno é um projeto, com início, meio e fim, primeiro tenho que escolher os tecidos ou as ilustrações, na verdade esse é um passo muito importante e talvez o mais importante, uma vez que escolhemos o caderno pela capa.

Sem dúvida meu trabalho é influenciado pelo meu gosto, não faço cadernos que não usaria, sei que as pessoas têm gostos diferentes, mas os cadernos da Chez Petite Margot carregam um pouco da Margot junto com eles.

Gosto de figuras geométricas, motivos étnicos, flores, bicicletas, mandalas, viagens, arabescos, poás e desenhos com personalidade. Se você já conhece meu trabalho com certeza já percebeu isso.

Todos os tecidos que uso são 100% algodão e antes de utilizá-los em um projeto eles passam por um processo de laminação. Esse processo consiste em colar o tecido em um papel offset branco com pelo menos 120g de gramatura. Esse passo garante que o tecido ganhe uma resistência para execução do projeto, facilita o manuseio uma vez que ele parece um papel com textura e deixa as cores bem vivas.

image(11)
Laminação

Coloquei aqui alguns exemplos dos tecidos que estarão na loja virtual a partir de 10 de Junho.

image(12)
Tecidos laminados esperando para se transformarem em cadernos

No próximo artigo, falarei um pouco sobre papéis, desde o papelão utilizado nas capas até o papel que compõe o miolo do caderno.

Como sempre se vocês gostaram do conteúdo, compartilhem nas redes sociais. Assinem também a newsletter para receber em primeira mão novidades e conteúdos exclusivos para quem está na lista de e-mails.

Bisous,
Margot

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *